Atrofia progressiva da retina em Aussies

Maio 2013

 

PRA – note the few, thin blood vessels. (Bluish color due to coat color.)

Existem várias formas distintas geneticamente de Atrofia Progressiva da Retina (APR) em cães. APR é uma degeneração gradual do tecido da retina. A forma encontrada em Pastores Australianos é a Degeneração Progressiva de Cones e Bastonetes, ou do inglês “Progressive Rod Cone Degeneration” (PRCD).  A idade de início é geralmente no auge da vida. As primeiras coisas que o proprietário pode notar é a cegueira noturna. A doença progride, ao longo de meses ou anos, até que o cão esteja cego. A doença é causada por uma mutação recessiva.

Desde que PRCD é progressive, pode requerer múltiplos exames antes da confirmação do diagnóstico, e pode ser mal diagnosticada. Qualquer Aussie diagnosticado com APR deve também ter o teste de DNA PRCD para a confirmação do diagnóstico. Cães afetados não devem ser reproduzidos. Portadores devem ser cruzados somente com cães que tenham resultado do teste de DNA clear (ou normal), e toda a prole que será utilizada para reprodução terá que ser testada. A preferência deve ser dada para prole não portadora. Portadores não devem ser utilizados como machos reprodutores.

Traduzido de Fabiana Michelsen de Andrade